Dicas para aproveitar cada cantinho de ambientes pequenos

Casa nova, vida nova! Esta é a frase que a maioria das pessoas ouvem ao se mudarem, e realmente, apesar de ser bem clichê, é muito verdadeiro. Não há sensação melhor que chegar na nova casa, organizar a mudança, e curtir o novo lar.

Mas ao chegar na casa nova, desencaixotar a mudança e começar a pôr todas as coisas no seu devido lugar, é importante que seja feita com antecedência um planejamento e estudo de todos os ambientes da casa, de cada espacinho para que tudo seja organizado da melhor forma, para aquela baguncinha de começo de mudança não vire um verdadeiro amontoado de coisas.

Muitas vezes, por falta de tempo, planejamento e organização, aquilo que era para ser provisório, aquela gambiarra, bem do jeitinho brasileiro, vira definitivo e o sonho da casa toda arrumadinha, com tudo no seu lugar vira um verdadeiro pesadelo.

Pensando nisso, nós separamos para vocês algumas dicas de como organizar a casa, principalmente se o seu novo lar tem um espaço mais reduzido, ou é um apartamento pequeno. Lidar com a organização de ambientes pequenos, requer um pouco de criatividade e senso de oportunidade. Sim, pois cada espaço de um apartamento pequeno pode ser aproveitado para compor a decoração, proporcionando conforto, praticidade e charme para o ambiente.

Independentemente se você se mudou para um apartamento ou uma casa pequena um local em que os cômodos ocupam uma área pequena, saiba que é possível adaptar esse local às suas necessidades.

Imóvel é pequeno e apresenta ambientes integrados

 Existem apartamentos que são tão pequenos que as pessoas preferem fazer a integração dos ambientes. Quando possível, essa solução é bem válida, porque permite que os espaços pareçam mais amplos, fora que dá a possibilidade de um melhor aproveitamento de planta. Aqui os móveis funcionais também serão uma boa alternativa!

Agora, o segredo deste modelo de arquitetura vai além dos móveis. Como fazer que áreas integradas tenham zonas funcionais delimitadas? Por exemplo, uma linha que se converte, ao longo de uma parede, em bancada de cozinha, rack, lareira e lavanderia. Placa de vidro que protege o sofá e limita a sala. E cortina que dá privacidade ao quarto.

A sala de estar é o ponto perfeito para receber os amigos e a família. E para estes momentos, quanto mais opções de assentos e mesinhas tiver a disposição melhor. No lugar de mesa de centro, por exemplo, uma auxiliar com rodízios. E sob o rack, ao invés de gavetas, um puff extra.

 Outro detalhe que faz toda a diferença é móvel criado como suporte para a televisão. E ele pode assumir muitas funções diferentes. É um painel pensado para fixar o aparelho no alto, sem danificar a parede.

O Rack também tem utilidades diversas, podendo conter um nicho para colocar outros aparelhos de mídia, mais uma gaveta para guardar seus controles. E, além disso, uma bancada de estudos ou mesa de trabalho.

Cozinha, banheiro e lavanderia

Estes ambientes são complicados de decorar, porque já possuem funções pré-estabelecidas. Mas sempre há um jeito de aproveitar espaços vagos que venham a surgir entre móveis e aparelhos instalados. Estes ambientes são complicados de decorar, porque já possuem funções pré-estabelecidas.

 Mas sempre há um jeito de aproveitar espaços vagos que venham a surgir entre móveis e aparelhos instalados.

Dormitório

A decoração de um dormitório pode se resumir só a uma cama. Mas, tem gente que coloca neste cômodo todos os seus pertences pessoais. Daí é preciso ter mais itens no ambiente, como armário, cômoda e criado.

E o que fazer com os espaços vazios entre estas peças? Colocar acessórios úteis! São exemplos cabideiro, espelho, penteadeira e mais.

Viu só?! Parece que não vai dar certo, mas com um bom planejamento, criatividade e bom gosto você aproveita bem cada cantinho do seu lar doce lar.

Share:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe uma resposta