Enviando email...
Os imóveis de Londrina e região estão aqui
Arquitetura, Dicas 1 agosto 2019

O potencial dos móveis usados

O potencial dos móveis usados

Mobiliar e decorar um imóvel é um trabalho que exige muito tempo e dinheiro. Seja por motivos de mudança de casa ou apenas uma repaginada no apê, quanto mais praticidade e economia, melhor. Cada espaço do lar tem uma individualidade, e isso é refletido pelos móveis e decorações dispostos nele. No entanto, pensar com carinho em cada detalhe pode custar caro, se fizer toda sua compra em lojas convencionais.

Uma tendência dos últimos tempos tem sido a compra de móveis semi-novos. Diversas lojas em Londrina, por exemplo, são especializadas nesse ramo que cresce na mesma proporção e objetivo dos brechós de roupas. Ainda sim, a ideia de reutilizar peças - sejam elas cômodas, guarda-roupas, mesas, bancos, poltronas, entre outras - carrega os maus olhares de muitos. Por outro lado, acaba por ser uma atitude sustentável ao lembrarmos dos 3Rs da sustentabilidade: reduzir, reciclar e reutilizar.

Ao atribuir novo uso para uma mobília em bom estado, você evita o descarte de um material ainda em condições de uso, produzindo menos lixo no planeta. Esse pensamento pode ser colocado em prática por meio da reforma de móveis já existentes em casa, ou mesmo pela compra de mobiliários de segunda mão.

Além de ter opções de peças que podem já ter saído de linha, os estilos das mobílias mais antigas podem combinar com seu gosto e personalidade. E, claro, o fator mais atraente de todos: você economiza! E quem não adora uma economia? Assim, fica até mais fácil decorar.

Confira algumas dicas para restaurar e decorar com móveis usados:

  • Restauração

Para uma restauração bem feita de peças reutilizáveis, é interessante contar com a ajuda de profissionais já especializados em recuperar características originais do móvel. Essa dica é valiosa para aquela cristaleira herdada da avó, por exemplo.

  • Decoupage

Partindo para as formas de modificar os móveis, a decoupage é uma técnica simples e de baixo custo. Ela consiste na colagem de imagens escolhidas sobre a superfície do móvel. Deixe a criatividade falar alto e encape aquele baú de brinquedos das crianças!

  • Revestimento

Revestir o móvel, método parecido com a decoupage, é o processo de encapar móveis com tecido ou papel adesivo. Apesar de barato, o revestimento exige cuidado e paciência. É possível encontrar pessoas que façam o trabalho por hobby.

  • Pintura

Se o problema do mobiliário é a pintura, avalie dar uma mãozinha de tinta nele. Cores vibrantes são tendência para modificar móveis usados. Mas não se esqueça de, antes da pintura, limpar e lixar a peça. Aposte nas tintas esmalte para esse tipo de trabalho. Os sprays também são uma boa ideia prática para pintar prateleiras, estantes e demais móveis a serem pintados.

  • Puxadores

Por menores que sejam, os puxadores conferem um estilo próprio para os móveis com gavetas ou portas. Você pode até pensar que são apenas detalhes, mas são exatamente esses detalhes que fazem a diferença, no final. Escolha o melhor modelo, cor e tamanho, e divirta-se com o novo visual do cômodo ao avistar os puxadores.

  • Pátina

A pátina é aquele famoso acabamento de aspecto desgastado e vintage. O bom dela é que pode ser aplicada em qualquer móvel e está disponível em diversas cores. Ademais, há a possibilidade de você mesmo fazer.

  • Estofamento

No caso de poltronas, sofás, cadeiras estofados e outros móveis do tipo, a ideia de trocar o tecido do estofamento é perfeita. Com lojas direcionadas a esse trabalho, você consegue escolher um tecido que mais se adeque à sua decoração e conforto.

Viu só como vale a pena investir em móveis usados? Na próxima reforma ou mudança, pense bem nas possibilidades que nossa cidade oferece, quando o assunto é mobiliário de segunda mão. Uma dica local é andar pela Avenida Duque de Caxias, repleta de lojas do gênero. Inspire-se e tenha o ambiente do seu lar ainda mais acolhedor.

Imprimir
Categorias: Arquitetura, Dicas

Deixe um comentário

Nome:
Email:
Comentar:
Adicionar comentário

Name:
Email:
Subject:
Message:
x